The Old Biscuit Mill

10 de Fevereiro de 2014, 0 comentário
Aos sábados pela manhã, na Cidade do Cabo, na África do Sul, os visitantes e os moradores descolados fazem ponto no conhecido Old Biscuit Mill, no bairro de Woodstok. Um lugar incrível que mistura itens de feira livre, como frutas, verduras e legumes, com quiosques de alimentação e bebidas, roupas feitas por novos designers da moda, música e artesanato. É um ponto de encontro jovem, alternativo e vibrante para as manhãs de sábado.
 
Visitado por centenas de pessoas o lugar consegue estar nos roteiros turísticos da cidade e também na rotina dos moradores. O espaço no passado era usado por uma fábrica de biscoitos, daí o nome de “velho mercado de biscoitos” e hoje abriga mais 50 diferentes tipos de quiosques com as mais variadas delicias gastronômicas e outro tanto de lojas de artesanato, cafeterias charmosas e cervejarias simpáticas. O lugar merece várias visitas de degustação dos deliciosos sanduíches, pães e doces.
 
Vejam o tamanho e apresentação dos lanches, doces, pães e outras guloseimas, bem como os uniformes dos profissionais e tudo o mais.
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os empresários dividem a gestão do espaço e organizam festivais e eventos de musica, artesanato, cultura e gastronomia – como se fosse necessário fazer algo mais para incrementar  o movimento!

 

 

 

Quero convidar vocês a refletir sobre nossas feiras livres, em especial a nossa aqui em Bonito/MS. Sei que ela está ficando cada vez melhor e o SEBRAE está inclusive incentivando a pesquisa para inovação de serviços e produtos. A intenção de tornar o espaço da comunidade em lugar turístico é muito positivo, pois agrega valor aos produtos comercializados e aumenta as vendas, além de dar um ar mais vibrante e oportunizar a integração entre o turista e a comunidade. Neste contexto, talvez o modelo do Biscuit Mill possa inspirar novas idéias....
 

 

As fotos ajudam a conhecer mais o Biscuit Mill mas pode-se ver mais imagens e detalhes sobre o local visitando seu próprio site e também um blog, escrito por casal norte-americano que se encantou pelo lugar, no The Fresh Exchange. Tem também um vídeo muito simpático que conta um pouco da história do lugar, em um link no Vimeo.

 

 
Espero que gostem do lugar! Eu sou apaixonada!