Computação na Nuvem...hã!?

11 de Julho de 2011, 0 comentário Olá pessoal!

Não sei se todos vocês já ouviram falar do termo Computação na Nuvem (Cloud Computing) que é um termo muito utilizado atualmente. Se não ouviram falar e não sabem o que é, devem se informar. Principalmente se você tem uma empresa e utiliza-se de alguma forma de TI (Tecnologia da Informação) para prestar seus serviços ou oferecer seus produtos.

O fato é que muitas empresas tem se utilizado da Computação na Nuvem como estratégia de redução de gastos com TI. Lendo um blog do SBRAE vi um texto bem explicativo de autoria de Anselmo Vicente Silva Guedes sobre o assunto.

No texto Anselmo explica como realmente uma empresa pode beneficiar-se dessa nova tecnologia que,

dentre outras coisas é resultado da popularização da internet de “banda larga” no Brasil.

De forma geral Computação na Nuvem significa que no futuro ninguém mais precisará instalar nenhum software em seu computador para desempenhar qualquer tipo de tarefa, desde edição de imagens e vídeos até a utilização de programas como os amplamente utilizados editores de textos, planilhas, programas de organização de e-mails que fazem parte de pacotes como o MS Office, por exemplo, já que tais programas serão acessíveis através da internet.

Os especialistas acreditam que não poderemos por tudo em nuvem agora, mas aconselham a colocarmos e

m nuvem tudo que pode ser posto porque os benefícios são consideráveis, como redução de custos de manutenção, acessibilidade e evolução.

São os chamados serviços online onde simplesmente criamos uma conta em algum site e utilizamos aplicativos, salvamos todo o trabalho que for feito para acessar depois de qualquer lugar. Isso que caracteriza que seu computador estará nas nuvens, pois você poderá acessar os aplicativos a partir de qualquer computador que tenha acesso à internet.

O Google já oferece uma porção de aplicativos que rodam diretamente nos navegadores de internet como o GMail, o Google Talk, o Google Maps, o Google Docs e o iGoogle, para citar alguns.

O custo de manutenção de aplicativos dentro de uma empresa é alto. Instalação, reinstalação, compatibilidade com hardware e software, backup, atualizações que devem ser realizadas em cada estação de trabalho, enfim, estes são alguns exemplos do custo de manutenção que se tem ao adquirir um software.

Os benéficos e facilidades são muitos e para as empresas a redução de custo é o grande motivador para a utilização dessa tecnologia. Devemos então olhar para nossas empresas e ver de que forma podemos nos beneficiar da Computação em Nuvem, criando facilidades, reduzindo custos e gerando valor para o cliente.

E aí, como anda sua relação enquanto empresário com as novas tecnologias?! Já pensou nisso?!

Abraços!